Guias turísticos de luxo

Olá pessoal! Janeiro é tempo de férias para muitas pessoas e se existe um lugar perfeito para se conhecer nesse período, é… o nosso próprio país!!! 🙂

Encontrei esse vídeo muito legal produzido pelo Fantástico que mostra diversos destinos turísticos apresentados por artistas famosos. Tem para todos os gostos. Quem sabe você não se inspira a arrumar as malas?

Abraços e até a próxima!

clique na imagem para assistir ao vídeo.

Anúncios

Causos de Viagem – Itália

Olá amigos! Acabo de receber uma mensagem muito bacana do Vítor Rocha, que em 2007 se aventurou a ir morar na Itália. Selecionei alguns trechos para que vocês possam ter uma ideia das aventuras que ele e a esposa Denise tiveram por lá. Espero que gostem!

“Alguns domingos atrás estivemos em Verona, terra da Denise Veronez. Fomos à casa da Julieta, e em sua varanda onde o romântico Romeu fazia as suas declarações de amor.. entre um flash e outro, tentei sem sucesso proclamar uma poesia pra Denise, mas só vinha na cabeça “E agora, José..” e “batatinha quando nasce..”, e não conseguia me lembrar de nenhum verso do “Soneto do amor eterno” por nada nesse. Mas tá bom, o que vale é a intenção. E também não hesitamos em tirar várias fotos apalpando os já desgastados seios da Giulietta, pois dizem que dá sorte.”

“Quinta-feira passada conhecemos as principais atrações turísticas de Bologna: a Piazza Maggiore, as Duas Torres e a Piazza del Netunno, dentre varias outras igrejas (é o que mais tem por aqui). Andamos tudo a pé, longe pra caramba, e eis que no caminho surge um homem de meia idade, de bicicleta, que gentilmente dá um grito para minha mulher Denise: BELLA!! Não tive como sentir ciúme, eu só conseguia rir!!”

“No outro sábado fomos à Basílica de San Petrônio, na Piazza Maggiore (praça principal no centro de Bologna). E uma igreja gigante, com toda aquela ostentação peculiar às igrejas da época. Tem um pé-direito de uns 50 metros, e muito extensa… isso porque a sua construção teve que ser interrompida por ordem do papa, há alguns séculos atrás, pois a obra estava ficando maior que a Basílica de São Pedro, no Vaticano (inclusive sua fachada permanece inacabada)(…) A tardinha, voltamos à Piazza Maggiore, pois haveria alguns show por lá, e observamos que tinham vários jovens com travesseiros na mão, e não entendemos o por que. Quando o sino da igreja tocou, às seis horas, eis que a multidão da praça começa a correr desesperadamente, se batendo uns aos outros com os travesseiros.. Denise e eu no meio daquela confusão, aquele “vuco-vuco”, sem entender nada, e correndo também de um lado para o outro. Então percebemos que era apenas uma brincadeira, a tal “cuscinata” (travesseirada), e eles ficaram nessa por exatos trinta minutos.”

“No sábado demos um pulinho em Veneza, afinal, segundo os nossos conhecidos daqui, ainda estamos em “luna di miele”. Veneza è uma cidade situada em uma ilha, aliàs, em vàrias ilhas, fundada por um povo que fugia dos bárbaros, após a queda do Império Romano. A estratégia de defesa deu certo e então passaram a comercializar intensamente com o Oriente, influenciando assim a sua arte, principalmente a arquitetura. Chegando em Veneza, após apenas 2 horas de viagem, pegamos o vaporetto em direção à Praça San Marco, onde há a Basílica de San Marco (os restos mortais do evangelista São Marcos estão là). Caramba, que lugar lindo! Uma multidão de gente, muitos pombos voando, e quase fui atropelado por um pombo gordo, super-obeso. Depois de comermos qualquer coisa, fomos andando pela cidade, e acabamos nos perdendo. É praticamente um labirinto, mas muito fácil de sair, pois todas as ruelas levam ao Grande Canal.”

“No fim de semana re-retrasado (?) nós fomos a Siena e Firenze (Florença), região da Toscana, terra de Michelangelo, Dante Alighieri, Leonardo da Vinci, entre outros. Siena è muita linda, na sua praça central ocorre anualmente o famoso Palio, uma corrida de cavalos disputada entre os bairros locais. No dia do evento a cidade fica entupida de gente, que passa um dia inteiro em pé esperando a corrida.. que dura somente 2 minutos. Bravo! (…) Em Firenze visitamos as principais atrações da cidade, entre elas o museu onde fica a estátua de Davi, de Michelangelo, de 1504.. sem comentários para tamanha perfeição, è difícil acreditar que um homem tenha feito aquilo, ainda mais naquela época. Segundo a nossa guia turística oficial, Firenze contém cerca de 40% do acervo artístico de todo o pais, existe até a chamada Síndrome de Stendhal, que ocorre nos turistas mais afoitos devido ao excesso de “informações artísticas”. Ainda segundo a mesma guia, foi a partir da escultura no portal de bronze do batistério que nasceu o estudo da geometria descritiva e da perspectiva.”

Gostou? Se você também tem histórias bacanas de viagem, mande pra gente!

 

Feliz Ano Novo!

Queridos amigos,

apesar do blog ter apenas 1 mês de existência, chegamos ao final do ano com mais de 300 acessos! Gostaria de agradecer a cada um de vocês que nos visitou, deixou comentários e participou com histórias de viagens e dicas preciosas.

Em 2011 traremos muuuuitas outras novidades para fazer deste, um blog cada vez mais interessante. Me despeço deixando frases que façam do seu Ano Novo muito mais especial. Aproveite! 🙂

“O Dia de ano novo é o aniversário de todo homem.” (Charles Lamb)

“O objetivo de um ano novo não é que nós deveríamos ter um ano novo. É que nós deveríamos ter uma alma nova.” (Gilbert Keith Chesterton)

“Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro.” (Autor desconhecido)

“Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo.” ( Edith Lovejoy Pierce )

 

Adeus, POA!

Pois é amigos, o Natal passou e chegou a hora de deixar Porto Alegre. Mas não sem antes deixar uma dica imperdível para quem deseja viajar pelas bandas do sul! 😉

Rota Vale dos Vinhedos

 

Ah, o vinho! Bebida que aproximou deuses e homens comuns, ainda hoje presente em todas as mesas e rodas de comemoração. Sua história se confunde com a história da própria humanidade.

Mais que uma bebida, é uma celebração, e, para celebrar o vinho, nada melhor que visitar os roteiros especialmente criados em honra e glória ao vinho. Nesses roteiros, a história do vinho estará presente, sendo revivida a cada nova prova. Entrar nesse mundo é entrar nos processos de elaboração e apreciação. Sentir o aroma que perfuma o ambiente; experimentar os sabores de cada garrafa, que traduz cada passo de seu processo de formação.

Uma das rotas mais apreciadas no sul é a rota Vale dos Vinhedos, distante apenas poucas horas de Porto Alegre. Ela representa o legado cultural e histórico deixado pelos imigrantes italianos, chegados ao Brasil em 1875. Os costumes e tradições estão enraizados nas pessoas e, até mesmo, na paisagem. A construção de capelas e capitéis, a devoção aos santos, o dialeto vêneto e, principalmente, o cultivo da videira e a produção do vinho são marcas da imigração italiana.
Topos de patamares e vales marcam a beleza do Vale dos Vinhedos, hoje visitado por quem aprecia o enoturismo. Numa área de 82km² videiras e pequenas propriedades rurais dividem espaço com vinícolas renomadas, que ao longo dos últimos anos conquistaram destaque nacional e internacional pela qualidade e personalidade dos seus vinhos.
Os vinhos do Vale são os únicos do país a apresentar o Selo de Indicação de Procedência, sendo garantia de qualidade a origem dos vinhos finos ali produzidos.

O Vale do Vinhedo está localizado na Serra Gaúcha e abrange, entre outras, as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul.

Se você se interessou e quer saber mais sobre as diferentes rotas existentes, é só clicar aqui.

Outros endereços e telefones úteis:

Aprovale
RS 444, Km 14,8 (Estrada do Vinho) – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3451-9601/ 3454-3322. http://www.valedosvinhedos.com.br

Associação Caminhos de Pedra
R. Erny Hugo Dreher 197 – Bairro Planalto, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3451-3555 (Grande Hotel Dall´Onder). caminhosdepedra@terra.com.br

Casa de Madeira
Linha Leopoldina – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3453-5678. adegacm@italnet.com.br

Casa Valduga
Linha Leopoldina – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3453-3122. www.casavalduga.com.br. valduga@casavalduga.com.br

Chandon
Rodovia RST 470, Km 224 – Garibaldi. Tel: (54) 3462-2499. http://www.chandon.com.br

Dal Pizzol
RS-431 (para Guaporé) – Faria Lemos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3452-2055. www.dalpizzol.com.br. dalpizzol@dalpizzol.com.br

Don Ziero / Vinícola Cordelier
RST-470, Km 219,7 – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 2102-2333. www.cordelier.com.br. vinícola@cordelier.com.br

Giuseppe
RST-470, Km 221 (entre Garibaldi e Bento Gonçalves) – Centro Comercial Benvenutti – Garibaldi.

Queijaria Valbrenta
RS-444, Km 2,6 – Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves. Tel: 54) 3459-1310. www.queijariavalbrenta.com.br. queijariavalbrenta@queijariavalbrenta.com.br

Rota dos Espumantes
Tel: 0800 510 1199. http://www.rotadosespumantes.com.br

Vinícola Aurora
Rua Olavo Bilac 500 – Cidade Alta, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3451-4111. http://www.vinicolaaurora.com.br

Vinícola Don Laurindo
Acesso pelo Km 18,5 da RS-444, Linha 8 da Graciema – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 3459-1600. www.donlaurindo.com.br. laurindo@donlaurindo.com.br

Vinícola Miolo
RS-444, Km 21 (Linha 8 da Graciema) – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves. Tel: (54) 2102-1500 / 1233. www.miolo.com.br. miolo@miolo.com.br

Natal em Porto Alegre, tchê!

Bá, guris! Como esse blog se propõe a falar sobre turismo, nada melhor do que aproveitar a data e comentar sobre o meu Natal em Porto Alegre!

Apesar de estar localizado no sul do país, esse lugar é quente uma “barbaridade” no verão. 35 graus na sombra!!! Recomendo uma piscina (mesmo que de plástico!), um ar condicionado e pouca ou nenhuma roupa 😉

Para compensar o calor, Porto Alegre oferece um por-do-sol maravilhoso, um dos mais lindos do Brasil, pois como vocês sabem, a costa brasileira está voltada para o leste e o sol se põe no oeste, ou seja, geralmente atrás de montanhas ou terra firme. Porém, em Porto Alegre, o sol se põe nas águas do Guaíba, um lago confundido por  muitos com um rio. A cena é inesquecível, como vocês podem conferir na foto acima. 

Outra atração turística que cai muito bem no verão, bastante procurada pelos turistas, é o passeio no ônibus de 2 andares, sendo o superior aberto. O Linha Turismo faz um percurso por pontos centrais da cidade, inclusive pela orla do Guaíba. Os passeios são realizados às quartas, sábados, domingos e feriados às 10h30 e 16h30. O percurso dura aproximadamente 1 hora e 40 minutos.  Para quem prefere o piso superior, a passagem custa R$ 15. No piso inferior, o preço é R$ 10. Para mais informações: (51) 3212-1628.

Bom, além das dicas anteriores, quem vem a Porto Alegre não pode deixar de saborear o verdadeiro churrasco gaúcho, como eles dizem aqui, “é de engraxar os bigodes”!

Feliz Natal para todos. Eu me despeço agora, pois está na hora de abrir os presentes!!!!

Curiosidades sobre a Itália

Ciao, caros! Sabia que os italianos dizem tchau ao encontrar alguém, ao invés de dizerem na hora de se despedir? Essa é uma das muitas curiosidades que encontramos. Continue lendo e você vai encontrar várias outras!

– Os prédios não tem porteiros e a grande maioria não tem garagem. Os carros são deixados nas ruas.

– As ruas são lavadas periodicamente com carros-pipa municipais e os carros que permanecerem estacionados durante tal limpeza são rebocados.

– É proibido trânsito de automóveis nos centros históricos de várias cidades. Transitando-se somente a pé, de bicicleta ou de motocicletas.

– Em alguns supermercados o consumidor recebe uma máquina de leitura de código de barras portátil, que é utilizada cada vez que o cliente põe um produto no carrinho de compras. Esta máquina faz automaticamente a soma da compra, e ao final, o caixa não confere produto por produto, apenas cobra aquilo que a máquina está mostrando no visor. É o voto de confiança no cidadão.

– Os ônibus coletivos municipais e os trens interestaduais não têm cobradores, o passageiro precisa comprar as passagens em banquinhas antes de subir no ônibus, a qual é conferida apenas raramente.

– A nota de euro mais baixa é de 5, portanto, para a grande maioria das pequenas compras do quotidiano utilizam-se moedas.

– As universidades públicas italianas têm vagas garantidas por quotas para estrangeiros não pertencentes à comunidade européia.

– Os pedágios são cobrados apenas em estradas expressas e existem sempre estradas públicas alternativas para o mesmo destino.

– Bicicleta é meio comum de transporte.

– É possível pegar ônibus noturno, no qual se dorme em Bolonha, e ao acordar se está em Paris.

– Em um ponto na fronteira da França com a Itália, há túnel tão extenso que o motorista permanece aproximadamente trinta minutos dentro da montanha.

– Existem shoppings de componentes eletrônicos nos quais os italianos enchem os carrinhos de máquinas fotográficas digitais, DVD´s, Ipods, Iphones, playstation, notebooks, etc, a preços tentadores.

– Italianos de modo geral não falam inglês, mas falam francês ou espanhol.

– Não se utiliza o sobrenome do meio na Itália.

– Jovens da classe média tem costume de beber cerveja em praça pública e de tomar banho de sol nos parques, durante o verão.

– O Brasil é o país dos sonhos de uma grande parcela da população italiana. 😉

– Existem mais de 100 dialetos que funcionam como outras línguas nas respectivas regiões.

– O sul é pobre e o nordeste é rico.

– Italianos comem pizza “dobrada” como sanduíche pelas ruas.

Gostou? Então mande a sua curiosidade! Essas que você leu foram retiradas do blog Minha Itália.

Arrivederci!

 

A melhor pizza do mundo


Se você leu o famoso livro Comer, Rezar, Amar, sabe que a autora Liz Gilbert viajou até a cidade de Nápoles para experimentar a “melhor pizza do mundo”. Depois de comê-la, ela nos diz: “Simplesmente vá!”

Inspirada pela enfática sugestão de Gilbert, a blogueira Emily Krug, do IT Blog, decidiu rumar a Nápoles para descobrir se a pizzaria é tudo o que a personagem de Julia Roberts afirma. Pois descobriu que é, tudo isso e muito mais!

Krug diz que o ambiente da pizzaria é muito convidativo e aconchegante. Ela conta em seu relato que escolheu uma pizza média, simples, apenas com muita muçarela fresca e manjericão. O pedido chegou logo e a pizza estava deliciosa. A borda, cuja consistência e sabor ela considera fundamentais para avaliar uma pizza como boa, era crocante e não muito salgada. O deleite foi tamanho que ela pediu uma segunda pizza. O preço? Acessível à maioria dos mortais: a refeição custou apenas 6 euros, sem contar a bebida, e ela ainda ganhou uma foto da Julia Roberts caracterizada como Elizabeth Gilbert de brinde.

Também quer comer a pizza pela qual a estrela se apaixonou?A Pizzeria da Michele fica na Via Cesare Sersale, 1/3.

Foto: Reprodução/DaMichele

PS:  o conteúdo do post foi retirado do blog Viajandaun