Causos de Viagem – Itália

Olá amigos! Acabo de receber uma mensagem muito bacana do Vítor Rocha, que em 2007 se aventurou a ir morar na Itália. Selecionei alguns trechos para que vocês possam ter uma ideia das aventuras que ele e a esposa Denise tiveram por lá. Espero que gostem!

“Alguns domingos atrás estivemos em Verona, terra da Denise Veronez. Fomos à casa da Julieta, e em sua varanda onde o romântico Romeu fazia as suas declarações de amor.. entre um flash e outro, tentei sem sucesso proclamar uma poesia pra Denise, mas só vinha na cabeça “E agora, José..” e “batatinha quando nasce..”, e não conseguia me lembrar de nenhum verso do “Soneto do amor eterno” por nada nesse. Mas tá bom, o que vale é a intenção. E também não hesitamos em tirar várias fotos apalpando os já desgastados seios da Giulietta, pois dizem que dá sorte.”

“Quinta-feira passada conhecemos as principais atrações turísticas de Bologna: a Piazza Maggiore, as Duas Torres e a Piazza del Netunno, dentre varias outras igrejas (é o que mais tem por aqui). Andamos tudo a pé, longe pra caramba, e eis que no caminho surge um homem de meia idade, de bicicleta, que gentilmente dá um grito para minha mulher Denise: BELLA!! Não tive como sentir ciúme, eu só conseguia rir!!”

“No outro sábado fomos à Basílica de San Petrônio, na Piazza Maggiore (praça principal no centro de Bologna). E uma igreja gigante, com toda aquela ostentação peculiar às igrejas da época. Tem um pé-direito de uns 50 metros, e muito extensa… isso porque a sua construção teve que ser interrompida por ordem do papa, há alguns séculos atrás, pois a obra estava ficando maior que a Basílica de São Pedro, no Vaticano (inclusive sua fachada permanece inacabada)(…) A tardinha, voltamos à Piazza Maggiore, pois haveria alguns show por lá, e observamos que tinham vários jovens com travesseiros na mão, e não entendemos o por que. Quando o sino da igreja tocou, às seis horas, eis que a multidão da praça começa a correr desesperadamente, se batendo uns aos outros com os travesseiros.. Denise e eu no meio daquela confusão, aquele “vuco-vuco”, sem entender nada, e correndo também de um lado para o outro. Então percebemos que era apenas uma brincadeira, a tal “cuscinata” (travesseirada), e eles ficaram nessa por exatos trinta minutos.”

“No sábado demos um pulinho em Veneza, afinal, segundo os nossos conhecidos daqui, ainda estamos em “luna di miele”. Veneza è uma cidade situada em uma ilha, aliàs, em vàrias ilhas, fundada por um povo que fugia dos bárbaros, após a queda do Império Romano. A estratégia de defesa deu certo e então passaram a comercializar intensamente com o Oriente, influenciando assim a sua arte, principalmente a arquitetura. Chegando em Veneza, após apenas 2 horas de viagem, pegamos o vaporetto em direção à Praça San Marco, onde há a Basílica de San Marco (os restos mortais do evangelista São Marcos estão là). Caramba, que lugar lindo! Uma multidão de gente, muitos pombos voando, e quase fui atropelado por um pombo gordo, super-obeso. Depois de comermos qualquer coisa, fomos andando pela cidade, e acabamos nos perdendo. É praticamente um labirinto, mas muito fácil de sair, pois todas as ruelas levam ao Grande Canal.”

“No fim de semana re-retrasado (?) nós fomos a Siena e Firenze (Florença), região da Toscana, terra de Michelangelo, Dante Alighieri, Leonardo da Vinci, entre outros. Siena è muita linda, na sua praça central ocorre anualmente o famoso Palio, uma corrida de cavalos disputada entre os bairros locais. No dia do evento a cidade fica entupida de gente, que passa um dia inteiro em pé esperando a corrida.. que dura somente 2 minutos. Bravo! (…) Em Firenze visitamos as principais atrações da cidade, entre elas o museu onde fica a estátua de Davi, de Michelangelo, de 1504.. sem comentários para tamanha perfeição, è difícil acreditar que um homem tenha feito aquilo, ainda mais naquela época. Segundo a nossa guia turística oficial, Firenze contém cerca de 40% do acervo artístico de todo o pais, existe até a chamada Síndrome de Stendhal, que ocorre nos turistas mais afoitos devido ao excesso de “informações artísticas”. Ainda segundo a mesma guia, foi a partir da escultura no portal de bronze do batistério que nasceu o estudo da geometria descritiva e da perspectiva.”

Gostou? Se você também tem histórias bacanas de viagem, mande pra gente!

 

Anúncios

Uma resposta para “Causos de Viagem – Itália

  1. Posso falar de uma viagem diferente que fiz em 2007? No começo daquele ano eu fiz uma “viagem musical”. Na ocasião eu morava em Vitória-ES e viagei até o Rio para acompanhar dois shows. Coincidentemente dois dos meus músicos preferidos iriam tocar na cidade maravilhosa em dias diferentes da mesma semana: Paulinho Moska se apresentou no Estrela da Lapa numa quinta-feira qeunte de janeiro e na sexta foi a vez do Ben Harper tocar em um grande espaço de shows, e botar a casa a baixo. Durante os dias eu aproveitava praia, passeios e muito sol. Nesse caso eu consegui juntar cultura e diversão com a experiência de conhecer um lugar novo. Uma oportunidade dessas não pinta com frequência. É preciso ficar ligado nas datas dos seus artistas preferidos e investir uma graninha. Mas pode ter certeza, o esforço vale à pena.
    Essas coincidências de datas costumam acontecer com mais frequência em Rio e São Paulo. Uma grande pedida pra quem quiser curtir um bom show (ou dois ou mais) em uma estadia na cidade da garoa e não morrer numa grana federal é ficar ligado na agenda dos SESCs. Os melhores artistas do Brasil tocam nos vários SESCs espalhados pela cidade, por preços sempre mais acessíveis do que em casas especializadas. E a qualidade e a estrutura não ficam devendo pra ninguém. Essa é a minha dica cultural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s